Arquivo da tag: Edison Machado

Rio 65 Trio (1965) – Rio 65 Trio

Padrão

capa1. Meu Fraco é Café Forte
2. Preciso Aprender a Ser Só
3. Farjuto
4. Desafinado
5. Sonnymoon For Two (Blues em Samba)
6. Espera de Você
7. Mau Mau
8. Tem Dó
9. Azul Contente
10. Manhã de Carnaval
11. Aruanda
12. A Minha Namorada

Pra quarta feira de cinzas, fim de Carnaval, ressacas e afins, a bossa-nova, subgênero do samba cai bem pra relaxar e ouvir boa música. Ainda mais, quando essa música é feita e reiventada por um trio de peso, composto por Edison Machado na bateria, Dom Salvador no piano e Sérgio Barroso no contrabaixo. O conjunto é o Rio 65 Trio, formado por Dom Salvador no nascedouro do samba-jazz: o Beco das Garrafas, no Rio de Janeiro; e o ano é 1965, época em que a bossa nova, criada na “Cidade Maravilhosa”, estava no auge depois de um sucesso estrondoso nos Estados Unidos e Europa, capitaneada principamente por João GIlberto e Sérgio Mendes.

O disco homônimo – o primeiro dos dois que o trio lançou – é uma grande reflexo do momento de transição que vivia a música brasileira: releiuras de composições de artistas brasileiros como Tom Jobim, Luiz Bonfá, Baden Powell, etc; se misturam a composições do grupo, principalmente do exímio pianista (também importante para o início do funk feito no Brasil na década de 70) Dom Salvador. Além dessa mistura sendo executada por um trio típico de jazz (bateria, piano e baixo), formação que na época era introduzida na música brasileira e que ajudou a fazer a transição da mesma (mais precisamente do samba), o álbum realiza um ótimo diálogo entre as culturas negras de Brasil e Estados Unidos.
Pra ouí-lo, clique aqui!

Anúncios

Edison Machado é Samba Novo (1964) – Edison Machado

Padrão

1.Nanã
2.Só Por Amor
3.Aboio
4.Tristeza Vai Embora
5.Miragem
6.Quintessência
7.Se Você Disser Que Sim
8.Coisa Nº 1
9.Solo
10.Você
11.Menino Travesso

Mais uma pedra preciosa da música brasileira, e das grandes.  Disco do carioca Edison Machado –  um dos mais importantes bateristas brasileiros, e talvez também, um dos mais esquecidos. Criador de conceitos em seu instrumento, foi responsável por criar a condução de prato no ritmo do samba. Assim, “Edison Machado é Samba Novo” é um disco que tornou-se referência para bateristas não só no Brasil mas em todo mundo. E não era pra menos, além de Edison Machado na bateira o disco conta com Tenório Jr. no piano, Sebastião Neto no baixo, Paulo Moura no sax alto, Pedro Paulo no trompete, Raul de Souza e Edson Maciel no trombone e J. T. Meirelles no sax tenor. É uma seleção brasileira! Edison Machado foi mais um músico brasileiro que morou e fez fama nos Estados Unidos, onde tocou com grandes nomes do Jazz como Chet Baker e Ron Carter.

Confira o release da contra-capa do LP:  “EDISON MACHADO – Há alguns anos passados, ainda garoto, apareceu tocando bateria – já nessa oportunidade, era o Sr. Ritmo – suas inovações marcaram época e pela primeira vez se ouviu samba tocado no prato. Não tentaremos definir nem explicar a maneira de Edison tocar, porque sua sensibilidade e sua técnica não podem ser definidas, nem explicadas com palavras – e a prova clara do que afirmamos é o fato de que, quando Edison viajou pela Europa, entusiasmou os povos daquele continente, magnetizando-os com a magia do seu ritmo. Nos EUA, Edison tornou-se ídolo de todos aqueles que tiveram a felicidade de ouví-lo, principalmente músicos. Nessa onda, também entrou Discos CBS, fazendo seus técnicos observá-lo na “Boite Baccarat”, do famoso “Beco das Garrafas”, a fim de que fosse possível estudar sua maneira de transpor para disco aquele som inconfundível. Aqui está o microssulco em questão, que foi realmente muito difícil de gravar. O resultado, porém, valeu o sacrifício de todos aqueles que com tanto carinho tomaram parte no trabalho. Necessário se faz explicar que os arranjadores e instrumentistas, componentes do conjunto que acompanha Edison neste LP foram escolhidos dentre os maiores músicos nacionais, e são eles: Moacir Santos, Paulo Moura, Maciel, Raulzinho, J. T. Meirelles, Pedro Paulo, Tenório Jr. e Tião Neto.”

Agora é só clicar e deliciar-se com esse belo som!