Arquivo da tag: Airto Fogo

Compacto 7″ (1972) – Airto Fogo

Padrão

1. Jungle Bird
2. Black Soul

Ainda não sabemos quem realmente é Airto Fogo; se o grande arranjador curitibano Waltel Blanco, ou o baterista frânces, Sylvian Krief. Dúvidas, estórias e mitos em torno da figura, aumentam à cada descoberta da obra fantástica deixada por esse “pseudônimo”. Esse compacto de 7 polegadas, lançado em 1972 vem na mesma linha do já postado aqui, Somatória do Barulho, de 1976. Um jazz funk com groove pesado e belos arranjos que lembram os mestres David Axerold e Idris Muhammad. Detalhe para a música Black Soul, que fez parte da trilha sonora internacional da novela “Cuca Legal”, de 1975.

Pra sentir e ouvir esse peso, clique aqui!

Anúncios

Somatória do Barulho (1976) – Airto Fogo

Padrão

1. Right on Bird
2. 1973 Cramen Avenue
3. High Syakers
4. Just Over
5. One Tip Toe
6. Satine Dog
7. Shadowy
8. So Be It
9. Tuesday in Jackson

Airto Fogo é um pseudônimo do brasileiro Waltel Blanco, arranjandor e compositor paranaense conhecido por seus belos arranjos e por ser um dos precurssores do jazz fusion, misturando a música americana com ritmos latinos e brasileiros; Waltel fez história como músico e compositor de trilhas internacionais de novelas da rede Globo, no tempo em que vários mestres da música brasileira, como Radamés Gnatalli, faziam parte dos casting artístico da emissora.

A escolha do pseudônimo Airto Fogo foi pra enganar os gringos e conseguir emplacar mais músicas em trilhas, para que elas não ficassem só ligadas ao nome Waltel Blanco. Waltel conseguiu com sucesso levar a história adiante, pois muitos meios de comunicação atuais, colocam Airto Fogo como um artista franco-canadense.

Somatória do Barulho, disco lançado em 1976 somente na gringa, é uma mostra de como o funk feito por Waltel (ou Airto) é inovador, pois um estilo que ainda estava em evolução na década de 70, tem uma ar de maturidade muito grande nas composições do músico paranaense. O groove aliado aos ritmos brasileiros e latinos, coloca qualquer um pra mexer o esqueleto.
Pra ouvir essa pedra, clique aqui!