Arquivo mensal: agosto 2009

Hurtmold (2008) – Hurtmold

Padrão

hurtmold_novo01 – Olvécio E Bica
02 – Churumba
03 – Sapers
04 – Sabo
05 – Smootz Da Police
06 – Deni
07 – Halijascar

Um dos discos que já deveria estar aqui há muito tempo. Já não é mais novidade o talento destes paulistanos; este é o último (e na minha opnião o mais belo) álbum que eles gravaram. Desde então estiveram ocupados em viagens e gravações de músicas do Camelo; ou trampando nos outros 1.282.292.293 projetos de cada um dos integrantes – todos envolvidos até o pescoço, comprometidos com a criação e propagação da Arte das Musas.

Download: Clique Aqui

Anúncios

Os populares (1969) – Os populares

Padrão

Os_Populares_-_1969_-_capa

1 – Aniversário de Casamento
2 – Toi, Toi, Toi
3 – Canção da Criança
4 – Não Há Dinheiro Que Pague
5 – Estrela do Mar / Pastorinhas
6 – Ob-la-di, Ob-la-da
7 – Atravessando o Rio Mersey
8 – Lenda do Beijo
9 – Ai Mouraria
10 – Mara
11 – Balançando

Os Populares surgiram em 1967 no Rio de Janeiro, de uma dissidência da banda The Pop’s. Seus componentes eram J. César (guitarra solo), Paulo Sérgio (guitarra de ritmo), João Carlos (baixo elétrico), Pedrinho (bateria),  e Carlinhos (teclado). O som desses caras, pra mim, é uma mistura de MPB, surf music, jovem guarda, com um pouco de brega. Sei lá! É bem interessante.

Download: Clique aqui

Between or Beyond the Iron Curtain – Rare Grooves From Eastern Europe 1967-1978

Padrão

60484467

1 – Wojciech Karolak – A Day In The City
2 – Gustav Brom Orchestra – Bounty
3 – Adam Makowicz – Drinking Song
4 – Mahagon – Dirka’s Jablky
5 – Novi Singers – Tanczace Orzechy/Dancing Nuts
6 – Laco Deczi/Jazz Celula – Probuzeni
7 – Big Band Katovice – Sorcery
8 – Martin Kratochvil’s Jazz Q – A Dance
9 – Zbigniew Namyslowski Quartet – Mongo Boogie
10 – Grupa Organowa Krzysztofa Sadowskiego – Alfa Centaura
11 – Karel Velebny & SHQ – The Newcomer
12 – Impuls – Sextant
13 – Mahagon – Pisecne Presypy
14 – Prague Big Band – Helemese/Gee Whiz
15 – Laboratorium – Funki Dia Franki
16 – Hubert Katzenbeier Quintet – Quartett

Esta é uma coletânia de vários artistas do leste europeu. Em plena época da “Cortina de Ferro”, em nações em que o regime comunista tentava de qualquer forma varrer toda expressão cultural que remetesse aos capitalistas do ocidente, este pessoal criou sons com muita pegada de jazz, funk e até blues, só na quebradera. Da Polônia vêm nomes como Laboratorium, Novy Singers e Adam Makowicz. Da antiga Tchecolosváquia os representantes são Gustav Brom, Impuls, Prague Big Band entre outros. E da então Alemanha Oriental, o quinteto de Hubert Katzenbeier. Rara Grooves from Eastern Europe 1967-1978,  música de qualidade feita bem longe – no tempo e no espaço.

Download: Clique Aqui

Beautiful – Candido (1970)

Padrão

Candido - 1970 - Beautiful

1. I’m on My Way
2. Tic Tac Toc
3. Hey, Western Union Man
4. Serenade to a Savage
5. New World in the Morning
6. Beautiful
7. I Shouldn’t Believe
8. Money Man
9. Ghana Spice, Pts. 1 & 2
10. Pista 10

Esse disco é foda!! Recomendo de prima. Beautiful é um disco de 1970 do congoleiro cubano Candido. Ele começou no hardbop quando foi para os EUA, mas logo foi seduzido pelo funk/soul/jazz. E saiu esse disco aí!!. Lançado pela Blue Note, o disco tem base no funk, mas não é difícil notar influência da música latina. Em algumas faixas, o naipe dos metais lembra o tradicional Herp Albert e sua fantástica Tihuana Brass. A percussão toma a frente nas músicas, e parece que Candido possui umas 10 mãos. O cara toca muito!!!

Download: Clique Aqui

Mulatu Astatke with The Heliocentrics – Live at Cargo (2007)

Padrão

flyer - mulatu & heliocentrics

01. Yekermo Sew
02. Gubulye
03. Yegelle Tezeta
04. Mulatu
05. Kulumanqualeshi
06. Kaselefkut Hulu
07. Ethio Blues
08. Yekatit

Este é o segundo som de Mulatu Astatke postado por aqui até o momento. Depois da coletânea de música etíope lançada em 1998,  toda dedicada à obra de Mulatu Astatke, temos este audio (em ótima qualidade por sinal) de uma apresentação que aconteceu durante o Red Bull Music Academy de 2007, que rolou em Londres. Na ocasião, Mulatu toca suas músicas com uma das grande bandas da atualidade, The Heliocentrics. Como era de se esperar, o som ficou ducaralio. Vale a pena ouvir!

Download: Clique aqui

Só pra sentir o drama:

A Bad Donato – João Donato (1970)

Padrão

capa

1 – The Frog

2 – Celestial Showers

3 – Bambu

4 – Lunar Tune

5 – Cadê Jodel? (The Beautiful One)

6 – Debutante’s Ball

7 – Straight Jacket

8 – Mosquito (Fly)

9 – Almas Irmãs

10 – Malandro

Essa é uma obra fantástica . O disco “A Bad Donato” é o que o nome mesmo está dizendo, um João Donato mal, com um som pesado, fudido. Arrebentou consigo mesmo, com a bossa que fazia só pra gringo ver. Musicalemente e estéticamente o disco faz juz a seu título. Lançado originalmente em 1970, foi concebido posteriormente à Donato se deslumbrar com o jazz-rock, e ter ouvido muito Hendrix e chacoalhado ao som James Brown. Nunca foi lançado no Brasil e agora tem mais fama de maldito do que seu criador, e ainda bem que é. Um maldito, bendito…..

O disco tem um detalhe que o diferencia e muito. Detalhe que saiu da cabeça de Donato. Gravar tudo em dobro: guitarra, trompete, bateria, trombone, piano e para gravar esses instrumentos, se liguem no time que ele chamou. (apenas amigos que Donato tinha desde 1959 (época que se mudou para os EUA)): Ernie Watts no sax, Bud Shank na flauta, Jimmy Zito no trompete, Don Meza no clarinete, o mestre Dom Um Romão na bateria e Oscar Castro Neves no viloão. Eumir Deodato também foi chamado para arranjar o disco….caramba!!

O disco é uma pedra de jazz-rock/bossa-psicodélica que preenche os ouvidos e influenciou uma série de músicos importantíssimos como modelo para um jazz-rock swingado. Dom Um Romão, Airto Moreira, Eumir Deodato, Raul de Souza, Stanley Clark, todos beberam em “A Bad Donato” em composições futuras. E que bom!!!

Baixe essa obra magnífica e prepare os ouvidos……

Download: Clique Aqui