Conta (2007) – M. Takara

Padrão

1. Umas
2. Espanhola triste
3. Canta
4. Eu não (para Carlos Dias)
5. Sua sobra na calçada
6. Tudo é muito bonito, mas
7. Interlúdio azul
8. Rô e Jú
9. Meu mundo numa quadra

Maurício Takara já passeou por aqui várias vezes; no Hurtmold, São Paulo Underground ou outro projeto em que colaborou ou participou; mas essa é a primeira vez que dá as caras com um dos seus discos “solo”. Sobre a alcunha de M. Takara, Conta é o terceiro disco de um dos músicos mais ativos da cena paulistana e brasileira atual. Lançado em 2007, pelo selo Desmonta, onde o próprio é parceiro de Luciano Valério nos lançamentos, pode ser entendido como um elo entre os discos anteriores ao Conta, e aos que saíram depois dele, já como M. Takara 3.

Os primeiros discos de M. Takara – de 2003 e 2005, são menos experimentais e mais eletrônicos, criando um ambiente próximo ao lounge. Já os trabalhos mais recentes, continuam explorando os beats e efeitos sintetizados, mas somando com mais organicidade às músicas, utilizando mais percussões e bateria. Conta parece unir os trabalhos do início e os de agora, pois nele, conversam a música digital mais branda, com as experimentações e organicidade que dão o tom de Ocupado como gado com nada pra fazer de 2008 e Sobre toda e qualquer coisa, de 2010.
Pra ouvi-lo, clique aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s